NUNE’S REAL MARISQUEIRA

NUNE’S REAL MARISQUEIRA

Peixe e marisco excelentes! E a simpatia ganha-se! 😉

 

Há um preconceito generalizado em relação aos restaurantes da zona de Belém: que são para turistas. Empregados a chamar à porta, preços inflacionados e comida portuguesa mas nem sempre bem feita. Sim, há bastantes restaurantes assim na zona, não há como negar a esse facto. Mas assim como em qualquer outra zona turística da cidade, há desses… mas também há outros restaurantes que se destacam exactamente pelo oposto. São restaurantes de bairro, onde os clientes são maioritariamente portugueses e muitas vezes habituais, com preços mais aceitáveis e inegável qualidade acima da média. Ora, o Nune’s Real Marisqueira é um desses exemplos… ainda que com algumas particularidades.

Quando se fala de marisqueiras em Lisboa, o nome mais referido é o Ramiro. Mas a verdade é que há muita gente a falar do Nunes. E com toda a razão! O Nunes é um restaurante de bairro, sim, com uma clientela de habituais, mas é uma verdadeira meca para quem gosta de marisco e peixe! Não é barato, porque a qualidade a nível de peixe e marisco paga-se. E isso é a única coisa que distingue o Nunes de outros restaurantes de bairro, mais “simples”, da zona.

Sendo uma marisqueira, sabemos que não vamos ter um jantar romântico. Há barulho, até porque o restaurante está sempre cheio, mas é aquele barulho típico de marisqueira. O que é bom. O atendimento tem aqueles “tiques” da maioria dos restaurantes de bairro: se és cliente habitual, tens uma recepção festiva à tua espera; se é a tua primeira vez, é tudo um bocado mais a despachar. Nunca é desagradável, mas demora a “entrar”.

A nível de comida, é curioso ver que nas mesas há tanto peixe como marisco. Aliás, as duas grandes montras deixam-nos indecisos, porque tanto o peixe como o marisco têm muito bom aspecto (a carne também, mas nunca vamos para aí). Por isso, como acontece com muitas das mesas à nossa volta, começamos com alguma entradas no registo marisco e depois seguimos para pratos de peixe.

 

As clássicas gambas à guilho são servidas numa dose relativamente pequena, mas com um molho apurado e viciante. Ao mesmo tempo, as amêijoas à bulhão pato têm o problema inverso, ou seja, a dose é bem servida e as amêijoas até são boas, mas o molho é demasiado aguado e não tem aquele sabor que esperávamos. É pena…

Depois chega o peixe, e aí a fasquia sobe outra vez, e muito alto! A espetada de lulas com gambas é servida empratada e sem espeto, mas isso não interessa nada porque o sabor está todo lá. As lulas estão tenríssimas e as gambas no ponto, tudo bem trabalhado na grelha e temperado de forma perfeita. O mesmo acontece aos polvinhos à lagareiro, que trazem a quantidade ideal de azeite e todo o sabor de que estávamos à espera. Mais simples, os filetes de peixe galo, bons, acompanhados por uma fenomenal açorda de ovas. Fenomenal!

Outro destaque na carta são os arrozes, cuja dose dá perfeitamente para dividir. Indecisos entre o caril de lagosta e gambas ou o arroz de garoupa, foi para o último. Sabores apurados, o arroz no ponto, tudo bem recheado com peixe e camarão. Comida de conforto, se quiserem. Muito bom!

Desta vez não pedimos sobremesa, mas têm boas escolhas num simples pudim ou nas mousses.

Voltamos a salientar que não é um almoço/jantar barato. Mas a qualidade paga-se, e aqui a qualidade é muito boa mesmo. O Nunes é um marco na zona de Belém e é sem dúvida das melhores marisqueiras de Lisboa. A prova disso é estar sempre cheio, e muitas vezes com caras que reconhecemos da televisão. Mas seja gente famosa ou ilustres desconhecidos, daqui toda a gente sai muito satisfeito. E quando voltamos, já nos recebem com um sorriso. E isso é o que se quer num restaurante! 😉

 

Preço Médio: 25€ pessoa (prato e entrada, com cerveja)
Informações & Contactos:
Rua Bartolomeu Dias, 120 | 1400-031 Lisboa | 21 301 9899

[codepeople-post-map]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.