O GOLFINHO AZUL

Quando se paga demais… apenas pela vista.

A zona da Ericeira tem algumas das paisagens mais bonitas de praia na grande Lisboa. E as muitas falésias na zona estão mesmo a pedir um restaurante com vista para a praia. Nem precisa de muito bom, porque a localização faz maravilhas, precisa apenas de cumprir as expectativas.

Ora, o Golfinho Azul fica numa falésia, na Ponta de São Lourenço, com uma vista magnifica sobre a praia. Um espaço meio rústico, com uma decoração simpática e cuidada.
Como era de esperar, uma ementa maioritariamente composta por peixe, com bastantes opções de peixe fresco. Algumas entradas (mas nada de surpreendente) e uma carta de vinhos razoável.

Boa sopa de peixe, saborosa e consistente, seguida de umas gambas fritas razoáveis em tamanho mas nem por isso em sabor, e de uma salada de polvo bastante fraquinha, esta quase sem sabor nenhum mesmo. Ainda assim, doses maiores do que o habitual nas entradas.
Nos pratos principais, as lulas fritas estavam razoáveis, mas a estrela da refeição foi claramente a açorda de gambas, muito bem servida, com a consistência perfeita e sabores muito apurados. A grande decepção foi o robalo grelhado, que se sentindo ser fresco, estava mal grelhado e temperado, sem grande sabor. E é mesmo muito difícil falhar quando se grelha peixe fresco.
Os acompanhamentos são outra decepção gigante… Porque há muito mais alternativas que batata cozida e feijão verde. Também não é preciso investir muito.
Sobremesas perfeitamente normais, sem qualquer rasgo de criatividade.

Se tudo isto faz com que a opinião final seja abaixo das expectativas, o serviço não ajuda nada, por ser muito demorado mesmo com o restaurante a um terço da capacidade.
E para piorar ainda as coisas, os preços são bastante elevados, especialmente tendo em conta a comida e o serviço. Até compreendo que “pagamos” a vista, mas falta o resto que justifique o valor a pagar.

Preço Médio: 25€ pessoa (com refrigerantes)

Informações & Contactos:
Rua das Ribas | 2640-254 Encarnação | 261862945

[codepeople-post-map]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.