MAGMA RESTAURANTE (Ilha do Pico, Açores)

Uma vista maravilhosa, com comida “assim assim”.

As Lava Homes – e consequentemente o Restaurante Magma – são o sítio mais trendy da Ilha do Pico (talvez a par com o Cella Bar, e sobre este espaço podem ler no nosso roteiro sobre a Ilha do Pico). Por isso, é normal que tenhamos querido ir jantar ao restaurante. Mas também é normal que, ligando à última da hora num Sábado, a pergunta sobre se havia mesas disponíveis tenha tido uma resposta negativa. No entanto, como estamos em regime de férias, não perdemos nada em ir até lá na mesma e ver no que dá 😉

Chegámos ao Magma Restaurante e disseram-nos que afinal podíamos ficar para jantar, mas apenas na varanda (não havendo plano b para se chovesse). Apesar de parecer uma atitude simpática não o sentimos assim, o serviço foi meio condescendente (vínhamos de um dia de passeio, todos “maltrapilhos”, e devem ter achado que íamos dividir um copo de água entre nós). Apesar de tudo, e sendo o tempo nos Açores sempre uma incógnita, como naquele preciso momento estava sol, decidimos ficar, mesmo ignorando o facto anterior. É estranho quando o serviço é jovem mas a atitude parece de “restaurante de hotel”. Mas pronto…

magma restaurante

Sentámos-nos na varanda a aproveitar a vista desafogada e a olhar para a ementa. Passados cinco minutos começamos a sentir um cheiro a fumo e reparamos que alguém está a fazer fumo a poucos metros de distância do restaurante. Perguntámos ao empregado se era comum e ele disse-nos que sim. Que tinham problemas com os vizinhos desde a abertura do restaurante e que todos os dias de manhã e ao final do dia faziam fumo para incomodar. Felizmente, passado algum tempo o fumo parou e ficou mais agradável.

A grande recomendação tinha sido o Bife Magma e esse já estava escolhido. Então, depois de uma análise rápida à ementa, escolhemos também o Bife de Queijo e Mel e o Atum com Gengibre. E começamos já por aqui, o último e o melhor: o Atum com Gengibre e Arroz. O peixe bem grelhado, no ponto perfeito, com o gengibre bem presente e o arroz solto e saboroso. O melhor prato do jantar!

magma restaurante atum com gengibre e bife com molho de queijo e mel

Quanto aos bifes, uma desilusão… Não passam de bifes (a carne é boa, é verdade) mas com molhos por cima: no Bife Magma, um molho que prometia pimenta mas que na realidade só sabe a natas; no Bife Queijo e Mel, ainda esperávamos o sabor forte do queijo ou doce do mel, mas novamente o sabor que mais sobressai é o das natas. O que acontece é que os molhos acabam por tirar o destaque à carne, que nos Açores é excelente! Não era preciso tanta coisa, bastava um bom bife grelhado com molho de azeite e alho… como tão bem se faz nos Açores. A batata frita, tanto a doce como a normal, era bastante boa 🙂

magma restaurante bife magma e sobremesa

Só voltando à atitude do staff: depois de fazermos o pedido completo, deixámos de sentir aquela atitude estranha e condescendente, tornaram-se bastante simpáticos eaté nos convidaram a terminar a refeição no interior do restaurante quando vagou uma mesa. E isso acompanhou o final do jantar, que foi a sobremesa, indicada na ementa com níveis de… “gordice”. Nós, claro, decidimos escolher a sobremesa “Para Gulosos”. E essa sobremesa é o Arcanjo de Canela, um bolo de doce de ovos, açúcar amarelo e muuuuuuuita canela. Mas muita canela mesmo! Uma delícia, e uma sobremesa que afinal nem achámos assim tão doce!

No fundo, quando na Ilha do Pico, acabamos por recomendar uma visita ao Magma Restaurante. Principalmente porque tem uma vista incrível, e apesar de a comida não ser a melhor que provámos na Ilha (podem ler o que escrevemos sobre a Tasca O Petisca, o Sushi Mar Terrace e o Ancoradouro), só por isso vale uma visita.

Preço Médio: 35€ (com vinho, sem entradas)
Informações & Contactos:

Travessa do Outeiro das Eiras, 2A | 9940-185 São Roque do Pico (Açores) | 292 241 200