d afonso o gordo restaurante tematico sé lisboa comida portuguesa leitao

D. AFONSO O GORDO

Leitão, mas mais para turistas.

Gosto de restaurantes temáticos. Mas também sei que é dificil assegurar que essa temática se reflete em todos os aspectos do restaurante. Ora, quando soubemos da abertura do D. Afonso O Gordo pensámos imediatamente na temática medieval. Até o facto do prato principal da casa ser leitão da Bairrada ajudava um bocado a reforçar o tema. Mas tínhamos uma dúvida, que é transversal a restaurantes com esta temática: seria apenas mais uma “tourist trap”?

d afonso o gordo restaurante tematico sé lisboa comida portuguesa

O primeiro destaque claro no D. Afonso O Gordo é sem dúvida o espaço. Inserido num edifício antigo da zona da Sé, manteve a traça original do espaço, com as paredes de pedra e arcadas. E mais do que isso: a iluminação é baixa e bem trabalhada para reforçar este ambiente quase medieval, assim como a própria decoração, com pequenas bancas que estamos habituados a ver em feiras medievais. É giro e encaixa-se perfeitamente no nome do restaurante.

Numa sala a metade, percebemos que somos a única mesa que fala português. É a zona da cidade, talvez. O serviço é simpático ainda que meio desconexo, mas não faz distinções entre locais e turistas. Ficámos bastante mais descansados.

d afonso o gordo restaurante tematico sé lisboa comida portuguesa medieval

Na ementa há dois grandes destaques: o bacalhau e o leitão da Bairrada.
Se o leitão tem de ser, o bacalhau passamos e vamos para o polvo do lagar, que é assim tipo à lagareiro, outra especialidade da casa, um só tentáculo mas bastante grande e tenro, acompanhado por uns grelos fraquinhos e batata a murro. Não sendo excelente, cumpre na perfeição, ainda que pudesse estar menos afogado em azeite.
Voltando ao leitão, é claramente o melhor da noite. Novamente, não por ser o melhor leitão que já comemos, mas porque é melhor que o resto dos pratos que nos passaram pela mesa. Dose muito bem servida, leitão saboroso e pele quase crocante. Molho demasiado espesso, quase uma pasta para barrar, ainda que bom. Acompanha com batatas fritas em chip e com uma desinteressante salada verde. Ainda assim, no geral, muito agradável. E acredito que seja mais impressionante para os turistas.

d afonso o gordo restaurante tematico sé lisboa comida portuguesa leitao da bairrada

Antes ainda comemos uns croquetes de leitão, em formato redondo, bem recheados e saborosos, assim como uns cogumelos panados menos bem conseguidos, demasiado moles. E depois, no campo das sobremesas, a baba de camelo era um bocado enjoativa mas a mousse de chocolate com “cheirinho” de Jack Daniels era muito boa.

d afonso o gordo restaurante tematico sé lisboa comida portuguesa polvo

No final, o resultado foi positivo e o medo da “tourist trap” revelou-se infundado. O D. Afonso O Gordo não deixa de ser mais para turistas, mas vale muito pelo espaço e pela forma como a temática lá é explorada. A comida acaba por ficar em segundo plano, porque não é inesquecível. E é cara, pelo menos para o lisboeta tradicional. Mas não deixa de ser uma experiência interessante. E poupa uma viagem à Bairrada para comer o leitão. 😉

Preço Médio: 27€ pessoa (com vinho)

Informações & Contactos:
Rua Santo António da Sé, 18 | 1100-500 Lisboa | 965 872 132

[codepeople-post-map]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.