coyote-ugly-bar-pior-restaurante-de-lisboa-steakhouse-carne-bifes-bar-noite-santos ENCERRADO

COYOTE UGLY

PIOR. RESTAURANTE. DE LISBOA.

 

E curiosamente, antes de entrar no Coyote Ugly, pensei mesmo que o espectáculo ia ser o pior da noite. Mas não! O espectáculo das meninas a dançar em cima do balcão (sim, como no filme – sendo que a diferença aqui é a sala completamente vazia) é deprimente mas ainda assim é o menos mau da noite.

coyote ugly bar pior restaurante de lisboa steakhouse carne bifes bar noite santos

Tudo o resto é um descalabro completo! O serviço é mau e estupidamente incompetente, a comida é péssima e a gestão do espaço deve ser feita por amadores (ou, pior, por pessoas que acham que podem gozar com os clientes). A situação vai crescendo em ridículo à medida que o jantar vai avançando, ao ponto de a determinada altura já termos pena dos empregados a quem nos estamos sempre a queixar.
Mas então vamos lá a isso!

Jantar de grupo, menu pré-definido, marcado com 2 semanas de antecedência. Atenção que os pratos foram todos previamente escolhidos. Antes de chegarem as entradas, somos avisados pela empregada que não há uma delas e que teria de ser substituída pelo que há disponível. Mas porquê, se escolhemos com tanta antecedência?! Não há resposta. As entradas chegam, em doses pequenas, e dão-nos a novidade de que são para dividir por duas pessoas.
Enfim… venham os pratos principais. Metade da mesa fica com o caril, uma vergonha de mal servido que é, e sem saber a nada. A outra metade pede o bife da vazia (e atenção que isto intitula-se “steakhouse”): não só não acertam no tempo de alguns bifes, como só o que vem mal passado é que é da vazia. Não nos dizem nada, mas felizmente sei distinguir um bife da vazia de outro corte de menor qualidade. A maioria dos bifes (médios) chega à mesa completamente secos e duros, tipo sola de sapato. Já reforcei que isto é uma “steakhouse” (na teoria)? As batatas fritas também chegam frias, claro.
Bom, mas as sobremesas safam isto, não? Não. Os petit-gateaux pedidos por grande parte da mesa também não estão disponíveis. “Pois, não há…” é a explicação. E as alternativas nem se sabe bem quais são, porque isto é o serviço que tivemos toda a noite. Já escrevi que encomendamos os pratos com duas semanas de antecedência? Mas depois, como uma das alternativas afinal é mousse de mascarpone, ainda esperamos alguma coisa boa. Errado! A mousse de mascarpone não tem o dito, é uma baba de camelo. E má…

12 pessoas completamente desiludidas e insatisfeitas (para ser simpático), e quando pedimos para falar com um responsável, chega-nos a RP à mesa. Atenção que os donos estão a 3 mesas de distância, mas não se dignam a ouvir as reclamações sobre o seu restaurante (novamente, estou a ser simpático). Ninguém lhe tinha comunicado nenhuma das nossas reclamações constantes durante o serviço, mas desfaz-se em desculpas. Que não adiantam rigorosamente nada. E depois de conferenciar com quem manda, resolvem oferecer um dos jantares. Que é uma compensação absolutamente ridícula tendo em conta tudo o que aconteceu.
E isto foi o nosso jantar no Coyote Ugly.

Se a questão da subjetividade (gosto ou não gosto) até pode ser relativa, a falta de tacto com que gerem os clientes não é. É muito grave para um estabelecimento que tem as portas abertas ao público. O não haver pratos combinados com duas semanas de antecedência, as doses serem para dividir, ou a falta de explicações mostra um desrespeito brutal pelo cliente.
No final, enquanto escrevíamos no Livro de Reclamações, ainda tivemos o “prazer” de ser brindados pela presença de uma senhora que disse ser a dona e que nos disse não ter sido informada acerca de problema nenhum na nossa mesa… Ridículo.

Por tudo isto, o Coyote Ugly ganha o prémio de PIOR RESTAURANTE DE LISBOA! A evitar a todo o custo!

Preço Médio: 20€ (menu de grupo)

Informações & Contactos:

Rua da Cintura do Porto a Santos, Armazém 1 | 1200-109 Lisboa | 210143954

[codepeople-post-map]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.