A CEVICHERIA

A CEVICHERIA

2015 vai ser o ano d’ A Cevicheria!!!

Se há uma coisa que repetimos algumas vezes é que, para nós, um jantar tem de ser mais do que a comida. Tudo no restaurante tem de proporcionar uma experiência, desde a comida ao espaço, passando pelo serviço. São todos estes factores que nos fazem lembrar e voltar. Ora, ao sairmos d’A Chevicheria, não conseguimos parar de sorrir. Porque a hora e meia de degustação que ali tivemos foi uma autêntica viagem a sabores sensacionais, surpreendentes e inesquecíveis.

Seria redutor falar do restaurante por causa do Chef Kiko Martins , mas é importante fazer isso mesmo. Não pela questão mediática, mas porque este projecto tem a sua cara: fazer a comida que gosta, da maneira que gosta, apresentar novos sabores a quem não os conhece e, acima de tudo, partilhar experiências.

Talvez por isso mesmo uma das grandes surpresas quando entramos n’A Cevicheria seja o facto de ter poucas mesas e o espaço ser dominado por um maravilhoso balcão de mármore, com um polvo suspenso em cima. Sim, é grandioso, mas mais do que isso, este balcão é o centro do conceito do restaurante: é a oportunidade de estar perto do cliente, de nos deixar ver o que está a acontecer, de explicar, perguntar se gostamos, aconselhar ou simplesmente conversar. Não só o Chef mas todo o staff, jovem, dinâmico e de uma simpatia que dá vontade de voltar regularmente.

cevicheria restaurante sofisticado chef kiko martins ceviche comida peruana cozinha de autor principe real lisboa 1

E quando vemos a comida a ser preparada, acabamos por querer provar quase tudo. Porque tudo é tão fresco e bonito à vista que, mesmo antes de comer, parece que já estamos a adorar.
Optamos pelo menu de degustação, para provar um pouco de tudo, e vale bastante a pena. Começamos pelo couvert simples mas muito interessante, que quase podemos deixar de lado porque os pratos chegam a bom ritmo: em primeiro lugar, as empanadas, de massa crocante e recheio rico, com um toque de gengibre que lhes dá um gosto especial. Depois o gaspacho de gamba do Algarve, muito bem apresentado, já com toques de acidez a começar a preparar-nos para o que aí vinha.
cevicheria restaurante sofisticado chef kiko martins ceviche comida peruana cozinha de autor principe real lisboa 2

E de seguida, o ex-libris da casa, o ceviche, o original, ainda que existam variantes mais “seguras” na ementa. O melhor ceviche que já comemos até hoje, sem qualquer sombra de dúvida. O peixe fresco, os ingredientes na proporção certa e o leite de tigre a dar-lhe uma acidez que nos faz viajar para destinos muito longe daqui. Um prato que, por si só, vale a visita ao restaurante. Repetidamente.

Continuando a viagem pelos sabores peruanos, uma causa, prato baseado em batata, na versão com bacalhau, legumes e molho holandês, uma conjugação muito interessante de sabores que faz lembrar os nossos clássicos pratos de bacalhau. E se até agora estávamos maravilhados com a conjugação de sabores, o quinoto do mar que se seguiu é um exemplo perfeito de como se podem explorar texturas num prato mantendo a excelência do sabor – quinoa em versão risotto, cheia de peixe e mariscos, onde se junta uma espuma de ostra, numa conjugação que se estranha mas depois se entranha.

Para terminar os pratos salgados, o arroz de pato, mas à moda do Chef: um croquete de pato fabuloso acompanhado de um arroz peruano com ervilhas, milho e gengibre, bom mas bom mesmo.
O final é sempre doce, e neste caso foi uma terra de chocolate com parfait de banana que, só mesmo para não variar, é de chorar por mais. O fim perfeito para uma refeição perfeita.
Refeição acompanhada com vinhos escolhidos a dedo para acompanhar este tipo de pratos (aceitem as sugestões) e o melhor “pisco sour” que bebemos em Lisboa.

Por isto tudo, preparem os vossos casacos e cachecóis, e estejam dispostos a esperar – o restaurante não aceita reservas e tem uma lista de espera mínima de 30 minutos. Peçam um lugar ao balcão, arrisquem no menu de degustação e deixem-se levar. Porque acreditem que assim que passam por aquela porta, é impossível não ficarem fãs incondicionais. Do espaço, do staff e da comida. Imperdível e inesquecível!

Preço Médio: 35€ pessoa (2 pratos + vinho ou cocktail; o menu de degustação custa 35€ mas vale muito a pena!)

Informações & Contactos:
Rua Dom Pedro V, 129 | 1200-193 Lisboa | 218038815

[codepeople-post-map]

2 comentários em “A CEVICHERIA”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.