A TIGELINHA

A TIGELINHA

Bom e Barato! Uma Tasca à séria!

Há uma coisa inevitável quando se fala de restaurantes: a nossa opinião está directamente ligada à afinidade que temos com eles. O historial, quantas vezes lá fomos e como correu, qual era o contexto em que íamos (família, amigos, a dois…) e também o registo (jantar de grupo antes de copos ou algo mais sossegado)… enfim, é inevitável que a nossa história com um restaurante determine a forma como olhamos para ele. E, algumas vezes, essa forma de olhar para o restaurante até vai mudando ao longo do tempo. É inevitável.

Este enquadramento ajusta-se à Tigelinha porque na primeira vez que lá fomos jantar, a nossa primeira reacção foi “mas vamos jantar num snack-bar?!” Porque mesmo sendo um jantar de grupo, que se quer barato e com copos, ele há limites! Uma tasca tudo bem, mas um snack-bar?! Esta foi a primeira reacção, mas depois criou-se um historial de jantares. E todos correram bem, dentro do contexto, o que nos levou a voltar. E a incluir este “snack-bar” nas nossas sugestões de tascas a visitar em Lisboa. Estão a ver como as opiniões mudam consoante a história que temos com os sítios? 😉

A Tigelinha fica umas ruas acima do Martim Moniz, para o lado contrário da Mouraria, e quase passa despercebido. Por fora, são dois toldos diferentes… um para cada uma das salas. Sim, são duas salas diferentes, sem ligação interior. Parece estranho, não é? Aliás, é ainda mais estranho quando vemos os empregados a passar de um lado para o outro pela porta da rua. É uma tasca com espaço para umas 16 pessoas em cada sala, e apertadinhas. E como se quer numa tasca, o serviço é a despachar, sem primar pela simpatia de início, mas no final do jantar já somos todos amigos!

Ora, e vamos à Tigelinha comer o quê? Panados! Pois é, uma coisa simples, mas que nós adoramos. E que n’A Tigelinha são fantásticos! Podemos até estar a ser influenciados pelo nosso historial com o restaurante, mas arrisco a dizer que aqui se comem os melhores panados (de peru) de Lisboa!

Porque a nível de comida, n’A Tigelinha estamos no registo da comida portuguesa, o mais simples possível. É uma tasca, raios! Não há sequer pratos de tacho, é tudo à base de grelhados e fritos, para ser rápido e barato. Muito barato. A lista tem meia dúzia de pratos de peixe e outros tantos de carne, e percebemos logo no registo em que estamos. Porque é isso mesmo que queremos! 🙂

Nos peixes, o mais pedido são os Filetes com Arroz, um clássico, que não surpreende em rigorosamente nada. Melhores são os Joaquinzinhos fritos, servidos estaladiços como se quer, acompanhados com arroz de cenoura (que serve para os outros pratos que acompanham com arroz)!

Nas carne, estamos entre Grelhadas Mistas, Escalopes e coisas do género, sempre acompanhadas por batata frita (aliás, até é divertido olhar para as fotos, porque parece tudo a mesma coisa). Mas, mais uma vez repito: é assim que se quer numa tasca!

Já lá comemos a Grelhada Mista (com 3 variedades de porco), os escalopes de vitela (tenros, bons), o Bitoque e a Alheira de Mirandela (frita em vez de grelhada, mas ainda assim bastante boa). As batatas que acompanham todos os pratos são caseiras, e isso é muito positivo!

Nada é surpreendente, mas não tem de ser, porque estamos no registo de uma tasca. Estamos a falar de coisas simples e rápidas de fazer sair da cozinha. E também de meias doses muito bem servidas, que para neste contexto é o que se quer!

Para sobremesas, o habitual neste tipo de restaurantes, mas com a honestidade de nos dizerem o que é caseiro ou não. O Bolo de Bolacha e a Mousse de Chocolate são os elos mais fracos, mas a Torta de Laranja, o Cheesecake, a Baba de Camelo e o Pudim são apostas seguras.

E, claro, como não podia deixar de ser numa tasca, o vinho da casa, que aqui é bastante agradável (bastante mesmo, acreditem!).

E, no fim do jantar, se não exagerarmos muito no vinho, pagamos cerca de 9€ por pessoa! Porque com meias doses que dão perfeitamente para uma pessoa por menos de 6€, este snack-bar acaba por ser uma boa alternativa para aqueles jantares de grupo que se querem mesmo baratos. Mesmo que primeiro se estranhe e depois se acabe por entranhar, a Tigelinha é daquelas tascas que acaba por entrar para a nossa história de jantares de grupo, e daí se ter tornado uma das nossas recomendações! Pelo simples facto: comida boa a preços muito baixos. E assim poupa-se dinheiro para ir para os copos depois! 😉

Nota final: Um brinde a todas essas tascas como a Tigelinha que há pela cidade de Lisboa e por todo o País. E que estão a ficar esquecidas por causa de restaurantes “da moda” ou de Chef. Elas não merecem que nos esqueçamos delas… e nós não merecemos ficar sem elas! #adorotascas

Preço Médio: 9€ pessoa (com vinho da casa, muito…)
Informações & Contactos:
Calçada de Santana, 60-62 | 1150-304 Lisboa | 218 873 110

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.