PETISQUEIRA DA BOA-HORA

Partilha!

Uma petisqueira… sem petiscos.

 

Sabes aquele sítio por onde tu passas todos os dias quando sais de casa, porque fica literalmente no fim da rua? Aquele sítio por onde passas e para onde olhas a pensar que talvez aquilo até seja interessante? Ora, este foi um pensamento na minha cabeça durante vários meses. Até que resolvi parar na Petisqueira da Boa Hora para petiscar.

Ora, Petisqueira porque servem durante todo o dia, digo eu, sendo que de petiscos há pouco: há sandes, tostas, bifanas, caracóis. Aqui o petisco não é o que estamos à espera, pelo menos quando comparamos com casa de petiscos com listas completas. Mas a vantagem de servirem fora da hora normal do almoço é que podemos entrar e somos servidos mesmo depois das 15h.

A especialidade são os grelhados, carne e peixe. Mas não esperem muito… Febras, bifes de peru, entremeada, salmão ou dourada, coisas simples e rápidas de fazer. E baratas também. Acompanhamentos? Pois que os há, mas são os mesmos para todos os pratos: salada mista e batata frita, tudo servido no prato.

Depois ainda há pratos do dia, que variam e que são ainda mais baratos. Novamente, nunca nada muito elaborado, servido também com batata frita, arroz e salada, como estas almôndegas na foto em baixo.

Finalmente, as sobremesas. Teoricamente caseiras e mais ou menos típicas, expostas na montra minúscula do balcão (se tudo no restaurante é pequeno, a montra das sobremesas também teria de ser). Como habitual – sempre que há – peço o bolo de bolacha, uma fatia fina de um bolo demasiado seco e com pouco recheio. Honestamente, parece já ter uns dias…

Em relação ao espaço em si, é extremamente pequeno, com apenas umas 5 mesas e um balcão que ocupa mais de metade do restaurante. Estamos no registo habitual numa tasca a nível de “decoração”, sendo que o serviço podia ser bastante mais simpático. Muito mais, mesmo. Numa tasca de bairro, pedia-se um sorriso e uma palavra, não uma cara de frete quando as pessoas entram a perguntar se podem almoçar… e durante o pouco tempo que lá passamos.

Enfim, algum dia teria de experimentar. A Petisqueira da Boa Hora serve para desenrascar na zona, e fora de horas (durante o dia, porque não está aberta ao jantar). Mas só isso, porque de resto só os preços é que são realmente convidativos, ao contrário do espaço e da “simpatia”.

Continuo a passar pela porta todos os dias, mas agora já sei o que me espera.

 

Preço Médio: 8€ pessoa (com cerveja)
Informações & Contactos:
Travessa da Boa-Hora à Ajuda, 9 | 1300-101 Lisboa | 21 3631475

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta